dezembro 3, 2020

O que uma ficha de EPI precisa ter?

Isabele Borges

Os EPIs têm como função proteger pessoas de qualquer elemento ou atividade que apresente risco à sua saúde e/ou segurança. Mas, você sabe o que uma ficha de EPI precisa ter?

Antes de qualquer coisa, uma Análise Preliminar de Risco (APR) deve ser feita, para identificar todos os riscos.

E enfim, definir todos os equipamentos de segurança necessários para garantir a segurança de todos.

Com os EPIs e EPCs definidos, a tarefa mais importante é garantir o uso dos equipamentos de segurança.

Se quiser saber sobre o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), clique aqui!

Se já souber o que são, vamos direto ao ponto, como estruturar uma ficha de EPI e o que ela precisa ter?

O que é uma ficha de EPI?

Como é uma obrigação legal do empregador fornecer os EPIs, é muito importante registrar o uso dos equipamentos pelos colaboradores.

Assim, uma ficha de EPI é o documento que registra a entrega dos equipamentos de proteção. É por ela que o empregador consegue controlar o uso dos EPIs e, dessa maneira, manter a integridade do colaborador.

A ficha também assegura a condição física do profissional, evita acidentes de trabalho e garante que as atividades sejam executadas sem nenhum risco. 

Além disso, também serve como uma medida de segurança jurídica para a empresa, uma vez que ela oferece os EPIs e tem o controle de utilização destes equipamentos.

Como estruturar a ficha de EPI da sua empresa?

O objetivo da ficha é que ela seja preenchida por todos os colaboradores, portanto é essencial que as informações estejam bem descritas e que seja fácil de concluir. 

Assim, sua empresa garante a segurança dos colaboradores, sem que ele gaste muito tempo nessa atividade repetitiva.

Informações fundamentais para a ficha de EPI:

Identificação da empresa, do equipamento e do funcionário

No cabeçalho as informações de identificação são as mais importantes, o nome da empresa, número da ficha e a identificação do colaborador. 

A identificação do funcionário pode ser feita apenas com o número de registro, para poupar tempo. 

Mas, também pode ser feita de forma mais completa, contendo dados como: nome completo, número do registro, local/setor de trabalho, função e o que mais sua empresa achar necessário. 

O segundo item relevante é especificar os equipamentos que serão utilizados. 

Por isso, priorize algumas informações: nome do EPI, descrição do equipamento, quantidade e número do Certificado de Aprovação. 

Controle do equipamento 

Identificado o funcionário e o equipamento, é preciso ter um controle de entradas e saídas de EPIs.

Para isso, você deve:

  • Registrar a data de retirada;
  • Identificar o equipamento e quantidade;
  • Solicitar a assinatura de quem está retirando o equipamento;
  • Adicionar uma data de devolução. 

Declaração de responsabilidade

No documento é importante que o funcionário também assine um termo de responsabilidade sobre o recebimento dos equipamentos e se comprometa a utilizá-los de forma adequada

O termo também pode comprovar que o colaborador esteja ciente do estado de conservação dos EPIs e se qualquer defeito aparecer ele deve ser trocado. 

Dicas para quem usa a ficha de EPI

Sempre verifique o preenchimento da ficha! Mais importante que uma ficha bem estruturada, é garantir que todos estejam preenchendo de forma correta e, principalmente, que estejam utilizando os EPIs.

Como esse é um documento de extrema importância, sua empresa deve conservá-lo  para não perder o controle dos equipamentos e para garantir a prova jurídica no eventual caso de receber um processo.

Por que tornar esse processo digital? 

Automatize o processo de EPIs e use seu tempo com o que realmente importa!

O uso dos checklists digitais garantem maior facilidade no preenchimento, armazenamento de dados em tempo real e possuem segurança jurídica (A NR nº6 garante que a ficha pode ser digital). 

Até a assinatura pode ser realizada de forma digital e você pode comprovar a entrega dos equipamentos com o registro fotográfico

Veja um exemplo de um checklist digital de EPI clicando aqui!