abril 6, 2020

Coronavírus: 3 exemplos positivos de ações sociais

Videnci

 

Estamos no início de 2020 e a sociedade está diante da pandemia do novo coronavírus, a doença que gerou uma crise de saúde pública com proporções globais. 

É esperado, portanto, que a dinâmica social esteja se adaptando a essa nova realidade conforme o decorrer dos dias. 

Uma dessas mudanças possui relação direta com o conviver em sociedade: para combater o COVID-19 e impedir o avanço da epidemia, o isolamento social foi uma das medidas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde

Assim, para atenuar os efeitos do distanciamento social e ajudar quem está sendo gravemente afetado pelo vírus ou pela crise econômica, a sociedade como um todo tem se mobilizado. 

Esse comportamento é explicado por Steven Taylor, professor de psiquiatria no Canadá e autor do livro The Psychology of Pandemics – A Psicologia de Pandemias.

Segundo o autor, a pandemia de coronavírus tem despertado o lado humanitário na sociedade, de forma que, cada vez mais, as pessoas buscam ajudar umas as outras ao invés de tomarem atitudes puramente individualistas. 

O pesquisador também afirma que as redes sociais ajudam na aproximação de amigos e familiares, criando um senso de unidade e apoio social. Além disso, Taylor vê como positiva a onda de solidariedade criada em meio à pandemia. 

É nesse sentido que muitas ações solidárias têm surgido nos últimos meses. É comum vermos nos jornais notícias sobre vizinhos fazendo as compras e prestando suporte para pessoas idosas, doação de materiais de higiene, valorização dos profissionais de saúde e outras medidas que reforçam o apoio social. 

Neste blog post, queremos te apresentar 3 atitudes solidárias que surgiram em decorrência da pandemia e como você, sem sair de casa, pode ajudar e fazer parte dessa onda de solidariedade. 

Existe Amor em Curitiba

De acordo com a própria iniciativa, o Existe Amor em Curitiba é “uma rede de colaboração orgânica entre moradores e moradoras de Curitiba que se propõe a conectar pessoas que precisam de ajuda com aquelas que querem ajudar”. 

Por meio dessa plataforma, pessoas que precisam de suporte psicológico, acesso à informações confiáveis, compras de supermercado ou farmácia, doações de alimentos/itens de higiene e outras necessidades, são vinculadas à pessoas que tem disponibilidade ou recursos para ajudar.   

A iniciativa, inclusive, pode ser replicada em outras cidades, visto que os criadores da rede disponibilizam o modelo da plataforma e tutoriais de como utilizá-la.

O projeto possui um site e também está presente nas redes sociais. Caso você precise de algum auxílio ou tenha condições de ajudar em alguma vertical, a plataforma está à disposição.

Anjo – Saúde e Envelhecimento 

Criado por Marília Duque, doutoranda na ESPM São Paulo e pesquisadora brasileira do estudo global Smartphones, o Anjo é uma iniciativa para ajudar pessoas idosas durante o confinamento ocasionado pelo COVID-19.

A ideia do site é incentivar que cada pessoa apadrinhe um ou mais idosos da sua própria rede de contatos, mandando mensagens diárias para checar o estado de saúde, se é necessário algum insumo de farmácia ou supermercado e para passar informações confiáveis sobre o coronavírus.  

Mais do que tudo, a iniciativa tem como foco a manutenção do bem-estar das pessoas com idade avançada. Portanto, uma mensagem perguntando “como você está hoje?” pode ser o afeto necessário no momento. 

Para entender mais sobre a ideia, a iniciativa Anjos possui um site explicativo e que dá dicas sobre como adotar um idoso próximo a você e ser um anjo da guarda. 

Futebol x Covid-19

Com o objetivo de ajudar a Fundação Oswaldo Cruz, que está atuando ativamente no combate ao coronavírus, quatro times de futebol do Rio de Janeiro – Flamengo, Botafogo, Vasco e Fluminense – se juntaram para arrecadar recursos para a instituição. 

Com os slogans “contra a Covid-19 é torcida única” e “não importa a cor da camisa e o escudo que levamos no peito, a luta agora é uma só”, mais de 200 torcedores já colaboraram através do site oficial da campanha. 

Até o momento, a campanha arrecadou mais de 10 mil reais. A doação ocorre após o torcedor escolher o seu time do coração, de forma que o ato pode ser compartilhado com amigos, os incentivando a fazer o mesmo. 

O site está disponível e conta com a ajuda de torcedores independente do clube do coração, visto que o grande foco é ser solidário e ajudar uma instituição que está na linha de frente combatendo o COVID-19.  

Juntos nós iremos enfrentar a pandemia 

Viu como atitudes solidárias são possíveis em meio ao contexto da pandemia? Seja através de auxílio para pessoas em situação de vulnerabilidade, apoio aos idosos ou doação para instituições que atuam em combate ao COVID-19, cada um pode fazer a sua parte e ajudar. 

O coronavírus já modificou a dinâmica social e espera-se que, ao fim dessa crise, exemplos de ações positivas sejam continuadas e o espírito de solidariedade faça parte da rotina social.